Yoga, a mulher e o período menstrual!

por:

yoga menstruacao IINa pratica de Yoga, e em algumas estilos, aconselha a mulher, a adaptar uma sequência especifica no período menstrual.
Porquê?

Advém do facto de que o corpo da mulher, centra a sua energia para derramar o revestimento do útero, no período de renovação que é a menstruação.

Conduz a que muitas mulheres se sintam fisicamente desconfortáveis, tenham cólicas abdominais, dores nas costas, inchaço e sensibilidade nas mãos e geralmente se sintam mais “esgotadas”…

O cérebro pode sentir-se como que a latejar, o que leva a mulher, a sentir-se irritada e mais sensível emocionalmente.

A mulher é naturalmente cíclica, as hormonas tem relevância no equilíbrio emocional e bem estar fisico.

Os primeiros dias do fluxo, por serem normalmente ainda mais intensos, é o momento de repousar, e propiciar conforto absoluto!
Defendendo que se deve adaptar a pratica, por ser um momento reparador.

As sequências durante a menstruação são previstas para ajudar a aliviar todas essas condições.

Segundo Geeta Iyengar: “desde o dia em que a menstruação começa até o dia em que termina … deve-se adoptar a prática de asanas que não obstruem o fluxo menstrual e ajudam a mulher a manter-se saudável.

Somente devem ser feitas, as que não a fazem contrariar esse fluxo e essa energia ou trazer qualquer distúrbio hormonal “.

Adaptar, tem como principal objectivo “desacelerar” a pratica, modificar asanas , desaconselhando as inversões (…coração fica abaixo da cabeça), os bandhas (…contracção do baixo ventre e períneo, que impulsionam a energia vital no sentido contrária ao fluxo), recorrer ao uso de almofadas ,bolsters, mantas, rampas…etc, são muito bem vindos, para apoiar e propiciar conforto durante a pratica.

Todos os asanas que levam a contrair o abdómen , sobretudo o pavimento pélvico, são desaconselhados.

Artigo relacionado: Yin Yoga, a prática revolucionária do feminino.

Defendem por isso, que quando os órgãos reprodutores são repetidamente “endurecidos” ao longo dos anos, continuando a praticar essas posturas durante a menstruação (ou continuar com um exercício intenso durante a menstruação, seja corrida, ciclismo, ginástica, competição…), segundo algumas opiniões , podem contribuir para resultados adversos para a menstruação e saúde nos órgãos reprodutores femininos.

De acordo com BKS Iyengar, no Ayurveda, “tudo o que deve ser descartado deve ser descartado e não retido ou mantido.”

Sugerimos o artigo: Iyengar Yoga

Considerando-o um momento especial, de respeitar esse fluir, tem o seu significado principal no fluxo de deixar ir o antigo e criar espaço para o novo.

Contudo, existirão tantas opiniões que o defendam, quantas do seu contrário.

… tantas mulheres a quem esta pratica fará sentido adaptar, quantas as que não sentirão qualquer relação nem sentido integrar na sua pratica.

No entanto a consciência colectiva desperta quando os estudos científicos são editados.

Existem diferentes estudos, baseados nas evidências, na história e pratica do Yoga, certamente esses são sempre revestidos de subjectividade.

Somos feitos de dualidade …

Cada um de nós… tem o seu caminho a percorrer! O que “faz sentido em ti”… ?

O desafio é que conquistes essa consciência, na tua pratica.
…simplifica, e faz!

E tudo está como deve estar!

Está lançado o convite: auto-prática para a conquista da tua consciência.

Be Yoga!
Do It, Believe It!

Om Shanti Shanti Shanti Om

Escreva uma resposta ou comentário

O seu e-mail não será publicado.