O Yoga é um desporto?

por:

 

Se é um desporto, porque é que hei-de fazer yoga e não por exemplo Pilates? Se não é um desporto, o que é? Algum tipo de religião?

O yoga desenvolveu-se como um sistema bem mais completo do que a simples atividade física: é um exercício de introspeção; de ampliação da consciência através da cognição e da sensação.

As aulas incluem trabalho a nível da concentração e auto-consciência; e os próprios exercícios têm outros objetivos para além do trabalho muscular – procuram explorar como o nosso corpo e a nossa respiração afectam o nosso estado de espírito/mente e vice-versa.

Eu vejo o yoga como um caminho com inúmeras camadas que cada um pode explorar à sua maneira. E certamente nem toda a gente está numa fase em que quer explorar todas as camadas.

Se o yoga for uma cebola, alguns alunos irão à procura só da casca, de “fazer exercício” e podem receber a cebola toda aberta; outros eventualmente vão à procura de mais do que o professor lhes pode dar. E estes desencontros de expectativas podem levar a algumas frustrações por parte dos alunos ou dos professores…

O yoga assumiu muitíssimas formas e foi adoptado às realidades de muitos grupos e culturas diferentes. E ensina-nos que não devemos julgar nem tentar impor algo que não faça sentido à outra pessoa.

Na minha opinião, não devemos tentar passar um culto, valores ou elementos que não fazem parte da nossa própria verdade ou que estão demasiado longe da realidade dos alunos. Se quero que as minhas aulas tenham um significado, tenho de adaptar o que ensino ao que os alunos estão dispostos a receber. Há que respeitar, ter empatia e coerência com os alunos e o ambiente onde estamos.
Mas isso também não quer dizer que devemos reduzir o yoga a um desporto.

Acho importante dar informações e hipóteses que despertem a curiosidade de explorar cada vez mais camadas da cebola. A minha história com o yoga (e provavelmente a de muitos) foi assim.

Nos primeiros contactos senti-me repelida por não estar preparada para muitas das camadas que me estavam a oferecer. Era demasiado para a minha disponibilidade mental na altura. Felizmente mais tarde tive outros contactos em que me souberam cativar, abrindo as diversas camadas aos poucos e respeitando o meu ritmo.

E tu – como vês/lidas com estas questões? Ofereces a cebola inteira? Ou picas e misturas com grão para ajudar a digestão? 😀

Também poderá gostar:

3 comentários para “O Yoga é um desporto?”

Pode deixar uma resposta ou Siga este post.
  1. Maria Filomena Simões says: 2019/05/14 at 09:40

    bom dia
    tenho um rapaz de 14 anos que faz natação de competição, mas além de precisar de se concentrar (e muito) precisa de ter flexibilidade e eu acho que yoga seria uma boa aposta.
    gostei muito do seu perfil e gostaria de saber se dá aulas ou se me pode recomendar em Lisboa um sitio onde o possa inscrever.
    cumprimentos
    Mª Filomena Simões

    • YogaLife says: 2019/05/15 at 23:11

      Boa noite Maria.
      A professora Maria João Cruz vai entrar em contacto consigo para a aconselhar.

      Muito obrigado
      A equipa Yoga Life

    • Maria João Cruz says: 2019/05/16 at 13:25

      Bom dia Maria,
      Obrigada pela sua mensagem.
      Sim, o Yoga é excelente para atletas por variadíssimas razões, sendo uma delas o facto de trabalhar a concentração e o foco. Envie-me um e-mail para mj.yoganatomia@gmail.com para lhe enviar os nossos horários/ locais onde damos aulas.
      Bjs

Escreva uma resposta ou comentário

O seu e-mail não será publicado.