É para a foto? Aparência versus funcionalidade

por:

Quando fazemos posturas de yoga, podemos ter objetivos muito variados, desde alongar diferentes músculos até “ficar bem na foto”. E consoante o objetivo, a postura pode manifestar-se de variadas maneiras.

Muitas vezes o nosso objetivo é apenas estético ou seja, queremos alcançar um máximo de amplitude em determinada postura. Mas por vezes, uma postura que nos parece mais difícil, mais bonita, ou mais estética, está a na realidade a fazer menos pelo nosso corpo, pela nossa mobilidade ou pela nosso equilíbrio físico.

Um exemplo clássico disto tem a ver com a maneira como ativamos os músculos abdominais durante as extensões de coluna.

Se não os ativarmos de todo, de forma geral a nossa bacia irá rodar para baixo (e o cóccix irá para cima e para trás). Isto irá dar a impressão de que estamos a fazer uma maior extensão de coluna, mas na verdade, estamos a colocar pressão na zona lombar – a coluna nesta região extende-se mais mas de forma passiva, o que não traz nenhuns efeitos positivos e pode mesmo levar a lesões. Se pelo contrário, ativarmos os abdominais, obrigamos a bacia a ficar numa posição neutra (cóccix a apontar para baixo) e vamos alongar de forma mais efetiva tanto os flexores da bacia como toda a coluna.

O efeito pode não ser tão bonito, mas é bem mais útil e menos lesivo. Por isso, em cada postura é sempre bom perguntarmo-nos: porque é que estou a fazer isto? O que pretendo desta postura?

As fotos da esquerda podem parecer mais bonitas ou mostrar alguém mais flexível, mas as da direita mostram uma prática mais efectiva e menos lesiva!

Por vezes, os professores de yoga dão indicações para as extensões de coluna do tipo: “contrair os glúteos” ou “apontar o cóccix para dentro” com o objetivo de que os alunos consigam uma posição neutra da bacia. No entanto, penso que é mais adequado dar indicações para contrair os abdominais já que a ativação destes músculos tem maior capacidade de manter a bacia neutra nas diversas posturas.

Se tiverem interesse em explorar mais este tema, recomendo este artigo que fala em detalhe sobre a postura da bacia e como a posicionar corretamente durante os asanas para evitar lesões: http://practicingashtanga.com/understanding-pelvic-tilt/

Artigos relacionados:

Professora de Yoga, Bióloga, massagista desportiva, escaladora – encontrei no Yoga o substrato ideal para ligar todas as minhas paixões e dar espaço à minha curiosidade natural. Além das aulas, estudo e ensino anatomia e fisiologia aplicadas ao Yoga.

Escreva uma resposta ou comentário

O seu e-mail não será publicado.